tensao-prevestibular-como-se-preparar-nas-vesperas-da-prova.jpeg

O vestibular é um divisor de águas na vida de muitos estudantes, afinal, o resultado obtido na prova define se o jovem vai ingressar ou não em um curso de nível superior — o que, por sua vez, define muitos aspectos do futuro.

Com tanta coisa em jogo, o estudante sente uma responsabilidade enorme sobre as suas costas. É preciso ser aprovado, uma vez que todos — os pais, os amigos e, principalmente, a própria pessoa — esperam isso.

Além disso, a insegurança, a concorrência e o excesso de conteúdos a serem estudados geram uma enorme tensão antes da prova, que só aumenta após meses de estudo para ingressar no curso e na instituição escolhidos.

Pensando em todos os vestibulandos que atravessam esse período crítico na vida, selecionamos algumas estratégias que vão ajudá-los a se preparar de forma eficiente durante a véspera da prova.

Confira, a seguir, como diminuir a tensão pré-vestibular e se aproximar ainda mais da aprovação:

A importância da organização nos estudos

Uma boa preparação para um exame do vestibular exige de qualquer estudante o domínio dos conteúdos programáticos cobrados pela instituição na hora da prova.

Parece fácil, mas em meio a tantas disciplinas diferentes e complexas a serem assimiladas, saber definir prioridades, estabelecer metas e organizar os estudos de forma eficiente são ótimas formas de garantir êxito em qualquer vestibular.

Antes de estudar horas a fio, aprenda a criar um cronograma de estudos, dividindo, por exemplo, a quantidade de conteúdos a serem estudados pelo tempo disponível até o dia da prova.

Assim, você transforma a sua meta maior em pequenos objetivos, conseguindo visualizar o que deve ser feito dia após dia. Isso evita, por exemplo, que na semana que antecede o vestibular você ainda tenha conteúdos atrasados a serem estudados (o que pode prejudicar significativamente o seu bem-estar psicológico e os seus resultados na hora do exame).

Lembre-se de que a boa gestão do seu tempo vai te deixar mais tranquilo nos dias que antecedem o vestibular, tornando você livre para somente revisar os conteúdos estudados e manter a mente relaxada para o dia da prova.

Véspera de vestibular: qual é a prioridade?

Aqui vai um conselho importante: pouco, ou até mesmo nada de novo, será aprendido na véspera do vestibular.

Por isso, de nada adianta virar as noites antes da sua prova para estudar assuntos novos nem mesmo comparecer no dia do exame com apostilas e outros materiais na tentativa desesperada de guardar na memória algum dado inédito.

Além de ser uma estratégia de estudo ineficaz, isso pode elevar o nível de estresse do aluno, resultando em dores de cabeça e nos famosos “brancos” na hora da prova.

Mas afinal, qual deve ser a sua prioridade na véspera do vestibular?

É óbvio que todos os segundos na vida de um vestibulando é precioso, mas é fundamental que cada instante seja utilizado com sabedoria.

Por isso, a dica é interromper os estudos aproximadamente 1 semana antes do vestibular e aproveitar os dias restantes para revisar os conteúdos estudados até o momento e descansar o corpo e a mente (atitude muito similar à dos jogadores de futebol antes de partidas importantes, que permanecem concentrados para agir com o máximo de potencial na hora certa).

É preciso descansar e relaxar

É frequente ver relatos de jovens que estudam, horas a fio, os seus livros e as suas apostilas. Alguns, inclusive, viram a noite que antecede o exame e acreditam que isso vai trazer melhores resultados na hora da prova.

Se, por um lado, isso tem o seu lado positivo — já que sem esforço fica mais difícil conseguir o que se quer —, por outro, desconsiderar a importância do descanso e da diversão pode comprometer totalmente a saúde física e mental.

Por esse motivo, saber dosar os momentos de estudos com aqueles de descanso, descontração e relaxamento, além de nos manter longe do estresse, garantem uma compreensão muito maior dos conteúdos no momento da aprendizagem.

Durma bem

É por meio de uma noite bem-dormida que o nosso corpo se prepara para uma nova carga de tarefas no dia seguinte e que o nosso cérebro organiza tudo o que foi aprendido.

Quando descansamos pouco, o nosso organismo produz em excesso um hormônio chamado cortisol. Em altos níveis, o cortisol pode causar dificuldade de aprendizagem e lapsos de memória, fatores muito ruins para qualquer estudante, já que nessas condições, o cérebro pouco absorve de informações.

Dessa forma, em vez de passar a madrugada estudando, aproveite para dormir e descansar, buscando respeitar um mínimo de 8 horas de sono por noite e deixando para se dedicar aos estudos no dia seguinte.

Evite também ficar na TV, no celular ou no videogame até tarde, já que isso pode diminuir o seu tempo de descanso e pode aumentar o seu cansaço no dia seguinte.

Faça também aquilo que gosta

Sem dúvidas, o entretenimento também é importante. Mas, para que você consiga contemplá-lo ao longo dos dias, procure definir os horários certos para as atividades que mais gosta, evitando estudar demais e se divertir de menos, e vice-versa.

Para ajudá-lo neste ponto, sugerimos a utilização da técnica Pomodoro em seus estudos. Confira a seguir como tirar proveito do método:

Técnica Pomodoro

A técnica Pomodoro serve para otimizar o tempo das pessoas de forma simples, visando a melhora na capacidade de concentração e nos resultados de uma tarefa.

A proposta é simples: durante 25 minutos, você deverá manter o foco total na realização das suas atividades. Depois de concluir esse período de tempo, você realiza uma pequena pausa de 5 minutos para relaxar, ir ao banheiro, tomar uma água ou fazer uma breve caminhada.

Depois de concluir 4 ciclos de 25 minutos, você pode realizar uma pausa mais longa, de até 30 minutos. Fácil, não é mesmo?

Com essa técnica, você poderá excluir as interferências externas ao seu objetivo, como TV e celular, e após 25 minutos de trabalho duro, você poderá se recompensar com um tempo de descanso. Isso evita a sobrecarga de estudos e dosa os momentos para você fazer o que quiser.

Revisão de conteúdo: como fazer?

Na preparação para o vestibular, a revisão é um estágio importantíssimo na rotina dos estudantes.

Isso porque não basta assistir a aulas em vídeo, ler inúmeros livros, responder a centenas de questões. Caso você não faça uma revisão periódica dos conteúdos já estudados, sua compreensão poderá ficar prejudicada.

Não se esqueça: é principalmente por meio de muita repetição que você realmente conseguirá assimilar os conteúdos.

Abaixo, selecionamos algumas dicas que vão te ajudar na revisão dos seus conteúdos e potencializar a sua preparação para o vestibular. Acompanhe:

Utilize o aplicativo Partiu Revisar

O Partiu Revisar é um aplicativo gratuito que tem como objetivo auxiliar aqueles estudantes com dificuldade em organizar e em controlar os conteúdos a serem revisados.

Com ele, você poderá realizar revisões cíclicas dos conteúdos, fixando-os com maior intensidade em sua memória e evitando que um assunto estudando no início da sua preparação para o vestibular seja esquecido antes da realização da prova.

Revise os conteúdos por meio de provas anteriores

Provas de vestibulares anteriores, principalmente aqueles da instituição na qual você fará o seu exame, são ferramentas muito úteis na revisão de conteúdos, já que você terá a chance de testar o que estudou por meio da estrutura de prova que encontrará no dia do seu vestibular.

Conhecendo o perfil das provas anteriores da instituição que você escolheu, fica mais fácil saber quais os assuntos mais cobrados, onde você precisa se dedicar e em quais temas já tem um maior domínio.

A prática o levará a perfeição, e, nesse cenário, as provas antigas vão ajudá-lo.

Saiba focar em seus pontos fortes

Ao estudarmos, logo percebemos que existem assuntos que temos pouca afinidade, os quais precisam ser tratados com maior cuidado e atenção. Mas existem também os pontos fortes de cada estudante, e eles também podem ser tratados com carinho para que se tornem o seu diferencial na hora da prova.

Com o conteúdo programático do seu vestibular em mãos, destaque os assuntos que você tem maior domínio e reserve um tempo em seu cronograma de estudos para se dedicar a eles.

Separe materiais diversificados, como videoaulas, podcasts, flashcards e tantos outros recursos que poderão te ajudar a encarar os seus pontos fortes sob uma nova ótica, potencializando ainda mais o seu conhecimento.

Treine a sua redação

A redação é uma parte específica do vestibular capaz de tirar o sono de muitos estudantes.

Ela busca avaliar as competências e as habilidades do candidato diante do uso formal da língua, da estruturação do texto, da capacidade argumentativa e de tantos outros fatores que precisam ser treinados para que você obtenha nota máxima na redação.

Veja algumas dicas que vão te ajudar a treinar para a redação do vestibular:

Conheça os critérios de avaliação

Um bom ponto de partida é justamente ter clareza a respeito de como funcionará a redação que será aplicada pela instituição. Quais critérios serão avaliados? Como o sistema de avaliação dos textos funciona? Quais erros são considerados mais graves pela banca?

Entender o perfil da instituição ao avaliar o seu texto é o 1º passo para escrever uma redação nota 10.

Leia

Essa dica é bastante conhecida, pois não é balela. A leitura contribui muito no desenvolvimento da capacidade de escrita das pessoas.

Isso acontece porque, ao lermos, nós:

  • ampliamos o nosso vocabulário;

  • incorremos em menos erros ortográficos;

  • elevamos o nosso conhecimento de mundo;

  • e aumentamos a nossa capacidade de raciocínio.

Com isso, apresentamos resultados muito melhores aos escrevermos. Ou seja, a leitura é primordial na vida de um bom escritor.

Escreva

Escreva muito, mas não qualquer coisa.

Na reta final, busque escrever somente redações no estilo que a instituição que você escolheu está habituada a exigir dos candidatos, como o gênero dissertativo-argumentativo, por exemplo.

Busque os modelos de redação dos anos anteriores e treine o quanto puder. Se for possível, peça para algum professor ler as suas redações, visto que ele poderá ajudá-lo a lapidar a sua escrita ao apontar os aspectos que devem ser melhorados.

Pratique a argumentação

Hoje em dia, é comum a busca das instituições de ensino por alunos capazes de argumentar e desenvolver pensamentos críticos diante de vários temas.

Nos dias antes da prova, escolha algum tema polêmico ou atual e, com o auxílio de algum parente ou amigo, treine oralmente o seu poder de argumentação de acordo com o ponto de vista que pretende defender.

Lembre-se de que o seu objetivo é convencer o seu interlocutor a respeito das suas ideias, validando aquilo que se afirma com informações relevantes e coerentes. E aí, depois, na hora da prova, basta passar essa capacidade para o papel.

Estude temas da atualidade

O tema “atualidades” pode estar contido no seu vestibular tanto nas questões de múltipla escolha como no tema da sua redação. Por isso, estar por dentro daquilo que anda acontecendo no Brasil e no mundo faz parte do seu processo de preparação para o vestibular.

Aproveite a véspera do seu vestibular, por exemplo, para assistir aos principais jornais, conferir os portais de notícias da internet e ler revistas e jornais impressos.

Muitas vezes, temas que antecedem a data do vestibular podem surgir na sua prova, e, nessas horas, toda a preparação prévia que você tenha construído pode fazer toda a diferença.

Cuide da alimentação

Uma boa alimentação age como um combustível enriquecido, algo capaz de potencializar o desempenho das pessoas.

No caso dos vestibulandos, sobretudo aqueles que estão prestes a encarar o dia da prova, dar preferência aos alimentos corretos contribuirá positivamente para que cheguem ao final da sua maratona de estudos saudáveis, focados e dispostos!

Frutas, legumes, verduras e grãos são alguns exemplos de alimentos ricos em nutrientes, elementos que são essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo e que devem marcar presença em nossa dieta.

Em contrapartida, evite doces, refrigerantes e alimentos industrializados, ricos em gorduras saturadas. Todos esses tipos de refeição podem diminuir a sua performance de estudos e influenciar negativamente no seu rendimento na hora da prova.

Um dia antes da prova, para evitar desconfortos na hora H, opte por uma refeição leve. E não se esqueça de beber bastante água para se manter hidratado!

Controle a ansiedade. Você sabe a matéria!

Como já dissemos, os dias que antecedem o seu vestibular servem para revisar conteúdos e relaxar, desacelerando o ritmo de estudos para que o seu cérebro esteja fresco e em sua melhor capacidade no dia da prova.

O problema é que, ao contrário disso, muitas pessoas preferem apertar o passo, dedicando-se mais aos livros, em maior quantidade de horas, na ilusão de que vão conseguir ampliar os seus conhecimentos significativamente em questão de poucos dias.

Relaxe! Você já estudou o bastante, fez o melhor que pôde, aproveitou cada segundo e tudo o que precisa para ser aprovado está na sua memória.

O que você precisa, agora, é controlar a sua ansiedade para evitar que ela te desestabilize e impedir que o nervosismo atrapalhe o seu julgamento na hora da prova.

Converse bastante a respeito dos seus anseios com outras pessoas, que poderão te tranquilizar e te dar dicas valiosas.

Após os momentos de revisão dos conteúdos, aproveite mais o tempo para descansar a sua mente, saia para caminhar, ouça música ou faça aquilo que o deixe em paz e feliz, livre das preocupações do dia da prova.

Um dia antes do vestibular, vá para a cama mais cedo, procure descansar ao máximo para que, no dia seguinte, você não esteja indisposto ou com dor de cabeça de tanto pensar em como será a prova.

Lembre-se de que o momento da prova vai chegar, você estando nervoso ou não. E, por isso, estar calmo é a alternativa mais sensata e que depende apenas de você!

Programe-se para o grande dia

Você se preparou muito, estudou por meses, e no dia do seu vestibular perde a prova por dormir além do horário, pega a linha errada de ônibus e para bem longe do seu local de prova ou chega atrasado e dá de cara com os portões fechados.

Pode parecer distante da realidade, mas isso acontece todos os anos, com centenas de jovens que talvez não tenham se preparado corretamente nas vésperas da prova.

Para evitar que esse pesadelo aconteça com você dias antes do seu vestibular, prepare cuidadosamente alguns detalhes simples — porém importantes — que podem fazer a diferença. Veja alguns deles:

Separe os documentos necessários

Documento de identidade, comprovante de inscrição e qualquer outro tipo de exigência feita pela instituição no edital do vestibular precisam ser levadas a sério para que você não seja barrado e impedido de realizar a sua prova.

Separe os seus documentos e comprovantes em um local seguro e de fácil acesso para que, no dia do vestibular, você não corra o risco de esquecê-los em casa.

Crie um itinerário

Como você fará para se deslocar até o local da prova: de carro ou com um transporte público? Seja qual for a sua opção de locomoção e a distância até o local da sua prova, saiba que é preciso planejamento para evitar atrasos e contornar possíveis imprevistos.

Caso seja possível, visite dias antes o local de prova para confirmar se realmente o seu plano de deslocamento será eficiente na data do vestibular. Além disso, opte por chegar com antecedência e tenha sempre uma plano B caso algo de inesperado aconteça bem no meio do caminho até o local de prova.

Monte um “kit de sobrevivência do vestibulando”

Nas vésperas da sua prova, compre alguns alimentos leves — como suco, chocolate e barra de cereais — e até mesmo analgésicos para possíveis dores de cabeça. Assim, você estará pronto para encarar o longo período de prova.

Não se esqueça também de levar materiais escolares a mais, como lápis, borracha e caneta extras, pois, como dissemos, imprevistos acontecem!

Fique de olho nos itens proibidos

Leia com atenção também o edital do seu vestibular, já que é comum que algumas instituições proíbam a entrada de candidatos com determinados itens nos locais de prova — como boné, relógio e até mesmo canetas que não tenham o corpo transparente ou a tinta nas cores azul ou preto.

Não dê motivos para ser eliminado, confira todos os detalhes do seu edital previamente!

Esse tipo de preparação também conta para diminuir o estresse e a tensão do vestibulando dias antes da prova, já que, sabendo que todos os detalhes para o grande dia estão acertados, sobra mais tempo em sua mente para relaxar, concentrar-se e arrasar na hora da prova.

Conclusão

O vestibular é um ingresso para quem deseja se tornar um universitário. E, embora conseguir êxito nessa empreitada seja um pouco difícil, ao se empenhar e estudar da forma correta, certamente as suas chances de ingresso na faculdade aumentam significativamente.

Com essas dicas, esperamos ter contribuído positivamente na sua preparação para o vestibular, sobretudo na véspera da prova, quando os nervos costumam ficar à flor da pele.

Lembre-se de que é nesse momento que você deverá começar a pisar no freio em relação ao estudo dos conteúdos e iniciar a fase de revisão daquilo que foi estudado. Esse é o caminho certo para que você consolide o seu aprendizado sem estresse.

Afinal, como dissemos, não será nos últimos minutos que você vai aprender coisas novas, e o esforço nesse momento só vai servir para aumentar a pressão antes do vestibular.

Nesse período, lembre-se de cuidar da alimentação e não seja tão rígido consigo mesmo. Lembre-se que é fundamental ser capaz de dosar os momentos de estudo com aqueles de descanso e prazer.

Lembre-se também que todo o tempo que você investiu estudando foi convertido em conhecimento dentro da sua memória, e, por isso, vale a pena manter a calma, se esforçar para controlar a ansiedade e confiar no seu preparo às vésperas da prova.

Gostou das dicas para não ser pego pela tensão pré-vestibular? Então siga os nossos perfis nas redes sociais e fique por dentro de todos as nossas novidades: estamos no Facebook! Veja, também, as nossas opções de ingresso no ensino superior.

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário