recursos-humanos-quais-as-previsoes-para-o-futuro-dessa-profissao.jpeg

Mais acelerada do que o passado, estamos em uma época de descobertas e de adaptações. Hoje em dia, o trabalho do profissional de recursos humanos é muito impactado pelas ferramentas tecnológicas. E isso não significa só novos desafios mas também oportunidades para os profissionais de RH. Com esse cenário tendências está surgindo e sendo exigida uma nova postura.

Veja, neste post, algumas dessas mudanças e como elas impactam as atividades de RH:

A utilização de novas tecnologias

Talvez a principal mudança esteja no campo das novas tecnologias, o qual direta ou indiretamente ocasiona várias das outras previsões da lista. O uso das redes sociais já é algo habitual, e a base de usuários desses sistemas está crescendo e englobando praticamente todas as gerações.

Com o surgimento de redes sociais profissionais, como o LinkedIn, além de plataformas como banco de currículos, as rotinas de seleção e contratação estão mais presentes na web. O profissional de recursos humanos deve atuar nesses sistemas para buscar novos talentos.

O profissional de RH também deverá ser capaz de aprender e se adaptar mais rapidamente a sistemas empresarias mais personalizados e integrados com outras ferramentas. Ou seja, a tecnologia influenciará cada vez mais na carreira desses profissionais.

A integração com outras áreas, especialmente TI

Como resultado do avanço tecnológico dentro das organizações, o setor de recursos humanos deverá se integrar mais com outras áreas da empresa, especialmente a de Tecnologia da Informação (TI). Funções de marketing e até mesmo maiores conhecimentos sobre as rotinas de setores como finanças também deverão ser exigidos.

A descentralização da gestão de talentos

A gestão de talentos passará a ser diária e individual, feita pelos próprios funcionários com a ajuda de aplicativos e games. Essas tecnologias possibilitarão aumento de flexibilidade e integração com a organização, permitindo também que os colaboradores possam gerir melhor seu desempenho e carreira.

As novas rotinas de trabalho

As rotinas das organizações também mudarão com a chegada e ampliação de novos modos de se trabalhar. Graças à internet, a mobilidade dos profissionais se ampliou e gerou um grande aumento do home office. Muitos desses trabalhadores alternam dias na localidade onde trabalham com dias na cidade onde moram.

O fenômeno dos nômades digitais também é algo a se levar em consideração. São profissionais que trabalham por meio de seus dispositivos tecnológicos e pela internet enquanto viajam para diferentes localidades do mundo.

A ampliação do job rotation

Dentro das organizações o job rotation (rotação do trabalho) poderá ganhar mais espaço. A prática de transferir e alocar funcionários em vários setores diferentes por períodos determinados vem de encontro com a maior integração das áreas. E esse tipo de rotatividade deverá ser planejada e conduzida pelos profissionais de recursos humanos.

A contratação de terceirizados e de freelancers

As terceirizações já são realidade em quase todas as organizações e tendem a aumentar. Aqueles que trabalham em recursos humanos deverão estar preparados para gerir esse tipo de relação nas empresas.

O aumento de freelancers também é tendência graças ao panorama econômico e ao aumento da interconectividade. A própria forma das novas gerações lidarem com o mundo também influencia. E um ponto importante é que esses profissionais poderão ser qualquer local do planeta, o que demanda certa habilidade dos profissionais de recursos humanos para lidarem com eles.

O gerenciamento de gerações

A habilidade de gerenciar diferentes gerações dentro do ambiente de trabalho será uma das demandas mais exigidas dos profissionais de recursos humanos, especialmente com a chegada cada vez maior dos integrantes da geração Z ao trabalho. Esses são os nascidos entre a década de 1990 e os anos 2000, os quais cresceram em um mundo já dominado pela internet.

O imediatismo e a rapidez desses indivíduos poderão conflitar com características de outros profissionais de gerações anteriores, cabendo aos gestores de RH conciliarem essas relações. Feedbacks e valorização de virtudes como honestidade e transparência são alguns dos pontos necessários no trato com esses jovens.

O alinhamento com a estratégia da organização

Os profissionais de recursos humanos deverão focar na parte estratégica das organizações, deixando de atuar predominantemente na área operacional. O RH precisará participar mais da área de decisão da organização, além de ter seu próprio plano de ação dentro das empresas. Desse modo, o departamento deixa de depender ou de ficar à margem de outros setores.

A valorização da qualidade de vida

A melhora de qualidade de vida por parte dos profissionais é algo buscado cada vez mais, e isso exigirá que os profissionais de recursos humanos consigam promover meios de aumentar os níveis de satisfação dos funcionários nas organizações.

O aumento da demanda por profissionais de Recursos Humanos

Todos os pontos citados anteriormente exigirão a contratação de profissionais de recursos humanos notadamente capacitados e preparados para essas mudanças. A busca e a retenção de talentos será ampliada com o aumento da concorrência, o que exigirá equipes de RH mais eficientes. Para isso, a realização de cursos e treinamentos é essencial.

O grande crescimento de empresas dos setores de tecnologia, bem como o surgimento de startups também abre novas vagas para quem quer atuar nesse segmento. Dessa forma, as oportunidades ligadas ao setor de recursos humanos vão se ampliar, especialmente a de gestor de RH, uma das profissões que mais vão crescer nos próximos anos.

Para aqueles que possuem pouco tempo, há os cursos de ensino a distância (EAD), uma ótima opção para quem deseja melhorar a sua qualificação ou se atualizar sobre a área de RH.

Ao longo do tempo o setor de recursos humanos foi um dos que mais se modificou e evoluiu nas organizações. Isso foi necessário à medida que as relações entre as pessoas foi se alterando, uma vez que o RH lida com capital humano, o maior bem de qualquer organização. E por isso deve acompanhar as transformações sociais e comportamentais, dando base e até colaborando para o desenvolvimento humano.

Agora que você já sabe sobre as tendências para a área de RH, baixe também nosso e-book “Manual das profissões 2017: saiba tudo sobre os profissionais que estarão em alta no mercado” e saiba mais sobre o futuro de outras carreiras! Veja também o calendário das provas agendadas da Una Virtual!

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário