Por_que_a_interpretação_é_a_chave_para_ir_bem_no_vestibular.jpg.jpeg

A interpretação é uma habilidade fundamental em nossa vida. Saber entender de forma correta textos, figuras e números é uma forma de comunicação e, por isso, quem tem essa capacidade bem desenvolvida está à frente dos demais, conseguindo melhores colocações profissionais, relacionando-se melhor socialmente e, sobretudo, tendo melhor desempenho em todos os tipos de avaliações, incluindo o vestibular.

Muitos alunos acreditam que a interpretação é uma aptidão específica para a disciplina de Português. Mas, na verdade, não é bem assim! Descubra aqui as variadas importâncias da interpretação para se sair bem no vestibular e aprenda algumas dicas úteis para trabalhar mais adequadamente essa capacidade.

Interpretação dos enunciados

Saber compreender o que se pede nos enunciados e fazer boa leitura de gráficos e tabelas é interpretar.

Várias das questões que aparecem no vestibular, como você já deve ter percebido — ou, provavelmente, vai perceber —, não são específicas das provas de gramática ou línguas. Elas estão presentes também naquele problema de Matemática, naquela questão descritiva de Geografia ou naquele esquema de Biologia. Por isso, esqueça a história de que precisamos estudar interpretação somente em Português.

Para conseguir resolver qualquer questão presente no vestibular, é importante ter capacidades interpretativas.

Escrita da redação

Saber interpretar é também uma forma de ir melhor na redação. Muitos erros e inadequações na escrita da redação são provenientes da má interpretação do enunciado. E, como sabemos que a redação tem um peso significativo no rendimento final, é melhor não dar bobeira, não é mesmo?

Melhor desempenho nos estudos

Quando nossa capacidade de compreensão está afiada, conseguimos interpretar melhor a leitura de livros, textos, atividades e diversas outras fontes de informação que utilizamos em nosso dia a dia.

Economia de tempo

Ter boas habilidades de interpretação te fará resolver as questões de maneira mais rápida, em comparação àquele aluno que, por ter maiores dificuldades, ficará muito mais tempo “quebrando a cabeça” para descobrir o que aquela questão está pedindo.

Além de gastar mais tempo para compreender os enunciados, maiores são as chances desse estudante cometer erros em função da má interpretação, como já mostramos.

Mais habilidade de abstração

Além de desenvolver a capacidade interpretativa, o hábito de leitura possibilita ao aluno ter mais capacidade de abstração, ou seja, ele conseguirá compreender de forma mais abrangente, será mais criativo na escrita da redação, nas respostas e terá mais “maldade” ao avaliar os enunciados — ou seja, mais habilidade para avaliar aquelas questões que podem conter “pegadinhas”.

Como funciona a capacidade de interpretar um texto

Agora que você já conhece os diversos benefícios da interpretação para a preparação para o vestibular, entenda como se dá o processo. É preciso percorrer três etapas para desenvolver uma compreensão eficiente de textos:

Pré-compreensão

Antes de realizar a leitura propriamente dita, é importante já ter certo conhecimento a respeito do que será lido. Um aluno que precisará entender um texto sobre a anatomia cardíaca, por exemplo, deve ter instrução prévia sobre o assunto para não ter dificuldades de interpretação por puro desconhecimento de termos.

Como trabalhar a pré-compreensão: ler textos com temas diversificados para adquirir conhecimentos variados.

Compreensão

Essa etapa da interpretação nada mais é do que a possibilidade de unir os termos já conhecidos previamente (aqueles mesmos, da pré-compreensão) com as novas informações descritas no texto para formar uma ideia, que mostrará ao leitor a intenção daquele conteúdo.

Quais as dicas para otimizar essa capacidade? Continue acompanhando o texto que vamos descrevê-las logo a seguir!

Interpretação

Agora sim, a última etapa. A interpretação é o que você vai compreender por completo sobre a leitura que fez, e o que responderá sobre a ideia que lhe foi gerada. A interpretação é, portanto, a possibilidade de colocar todas as ideias referentes ao texto em novas palavras, fornecidas espontaneamente por você.

Além de saber contar a história a outra pessoa, a boa interpretação é a capacidade de transmitir opiniões e pontos de vista que sejam seus, de forma a ampliar sentidos ou complementar os fundamentos do texto.

Como potencializar a compreensão dos textos para o vestibular?

Existem diversas orientações para permitir ao aluno trabalhar melhor sua capacidade de interpretação. Veja a seguir:

Exercícios diários de leitura

Talvez a mais importante de todas as dicas: criar o hábito de leitura. Leia em todas as oportunidades que tiver, e não somente enquanto estiver estudando. Livros, revistas, jornais, informações e notícias no computador ou celular, ou seja, transforme suas atividades em oportunidades de entrar em contato com a leitura.

Mais do que ler, questionar

Não adianta somente ler, é preciso compreender. Para isso, treine a interpretação. Leia pequenos parágrafos e conte-os para si mesmo com outras palavras, faça perguntas a si próprio sobre o texto e questione-se sobre suas visões e argumentos.

Usar o dicionário

Quando encontrar palavras desconhecidas, pesquise-as e anote no texto. Isso vai melhorar sua gramática e, consequentemente, suas habilidades interpretativas.

Realizar mais de uma leitura

Ao ler um texto, geralmente a primeira leitura tem como função identificar o assunto, as palavras desconhecidas e, de certo modo, iniciar a compreensão. Por isso, leia ao menos duas vezes um mesmo texto para conseguir compreendê-lo. À medida que for lendo mais e mais, você conseguirá aumentar a sua capacidade de interpretação ainda na primeira leitura e, aí, poderá voltar ao texto quando houver necessidade (durante a resolução dos enunciados, por exemplo).

Mas atenção: se não estiver seguro o bastante, leia o mesmo texto quantas vezes forem necessárias.

Ter perspicácia ao realizar uma leitura

Leia os textos e procure observar bastante os detalhes, tendo maldade nas entrelinhas e atenção ao que se pede.

Existem dois tipos principais de questões interpretativas envolvendo textos: aquela que remete a uma frase ou parágrafo específico e aquela que está mais voltada para a ideia geral do texto.

Para se sair bem no primeiro tipo, volte e faça nova leitura do parágrafo. Para se sair bem no segundo tipo, é preciso compreender o texto de maneira geral. Portanto, se estiver com uma leitura interpretativa bem treinada, você tirará essa questão de letra!

Se tiver dúvidas sobre o conceito geral, é sinal de que você não compreendeu bem o texto e, dessa maneira, é preciso lê-lo novamente.

Memorize e perceba as ideias do autor

Já durante a leitura do texto, tenha em mente que, certamente, existirão perguntas sobre os pontos de vista do autor. Por isso, identifique-os já nas primeiras leituras e, assim, terá maior agilidade na hora de responder as questões.

Agora que você já conhece a importância da leitura interpretativa durante o vestibular, que tal arregaçar as mangas e agilizar os estudos? Então mãos à obra e boa sorte!

Já está praticando sua habilidade de interpretação? Conhece outras dicas que ajudam nessa hora? Deixe seu comentário aqui no blog e conte para nós!

 
5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário