negocios-online-saiba-se-voce-tem-o-perfil-para-empreender.jpeg

Quando se fala sobre investir em negócios online, muita gente se empolga com a possibilidade de ganhar muito dinheiro trabalhando poucas horas por dia em casa. Afinal de contas, não é difícil achar quem venda essa imagem próspera na internet. No entanto, as coisas estão longe de serem simples assim, principalmente para quem está começando ou pensando em entrar nesse mercado.

Por outro lado, há uma série de características que ajudam um empreendedor digital a obter mais sucesso. Alguns aspectos até se aproximam dos negócios físicos, como persistência, planejamento e disposição para assumir riscos. Outros devem ser mais reforçados no ambiente virtual, e são esses que abordaremos neste texto.

Para isso, levantamos 7 questões que ajudarão você a se identificar, ou não, com o perfil ideal para empreender um negócio online. Acompanhe a seguir!

1. Você costuma se atualizar sobre as novidades do mercado?

A capacidade de atualização é uma das características em comum entre os empreendedores de ambientes físicos e digitais. Entretanto, quem investe em negócios online deve ter uma atenção redobrada com essa questão, pois as novidades surgem com uma frequência maior.

Lançamento de gadgets, atualizações de softwares e novos métodos de marketing e vendas são só alguns exemplos de fatores que mudam frequentemente. Além do mais, tratam-se de elementos importantes para um negócio online.

Por exemplo, se você costuma utilizar um aplicativo para ajudar na gestão das suas tarefas, precisa ficar de olho em suas atualizações para saber se o seu trabalho não será comprometido. Notícias, pesquisas de mercado, certificações e cursos podem auxiliar você a ficar por dentro do que é tendência na sua área.

2. Você tem algum domínio sobre as ferramentas tecnológicas?

Mais do que acompanhar as novidades, é preciso ter um certo domínio sobre as ferramentas que podem ajudar na gestão do seu possível negócio. Pelo menos, uma disposição para aprender e procurar por cursos sobre essas plataformas já ajuda bastante.

Mas quais são essas ferramentas? Alguns exemplos são as plataformas de e-commerce, gerenciadores de conteúdo (como o WordPress), aplicativos, ferramentas de Web Analytics (Google Analytics), plataformas de anúncios (Google Adwords, Facebook Ads) e, até mesmo, as redes sociais.

Sobre esse último ponto, não basta estar familiarizado apenas com as mídias sociais que você costuma utilizar no dia a dia. O ideal é buscar um conhecimento maior em redes nas quais o seu público-alvo pode ser mais ativo.

Por exemplo, se você ainda não é cadastrado em plataformas, como a Pinterest, mas descobre que boas oportunidades de negócio podem surgir dali, então valerá a pena desbravar a rede para saber como atrair clientes por lá.

3. Você conhece as principais estratégias de marketing digital?

Você pode até não estar fazendo ou ter feito um curso de administração ou marketing, mas se quiser se tornar um empreendedor na internet, precisará entender mais de marketing digital.

Essa divisão do marketing é indissociável do ato de empreender online. Afinal, como você conseguirá promover ofertas e prospectar os clientes certos para o seu negócio?

Se você, ao menos, conhece um pouco de marketing de conteúdo, marketing nas redes sociais e e-mail marketing, já é um bom começo. Se não, é bom buscar o conhecimento em certificações, sites e blogs especializados nesses temas.

4. Você gosta de análises e decisões com base em números?

Outra característica marcante dos negócios online é o monitoramento de dados. Na internet, é possível mensurar todas as métricas relevantes para uma empresa, de forma precisa e em tempo real.

Isso é possível porque as interações com o público ocorrem por meios digitais, que são passíveis de quantificação, ou seja, há taxas e números para quase tudo que você imaginar. Por exemplo, tráfego no site, taxa de cliques, páginas mais visitadas, taxa de vendas, ticket médio, custo de aquisição de clientes, enfim, todos esses são indicadores facilmente mensuráveis.

Para acompanhar esses dados, deve-se utilizar as plataformas de Web Analytics (lembra-se que falamos da importância de dominar essas ferramentas?), como o Google Analytics e os relatórios gerenciais de outras ferramentas.

Enfim, mesmo que você seja de humanas, precisará se acostumar com os números para tornar suas análises e decisões mais consistentes e inteligentes. A melhoria de um negócio depende desse monitoramento, já que esses dados e informações refletem bastante coisa sobre o comportamento dos consumidores.

5. Você consegue trabalhar bem de forma remota?

A ideia de trabalhar em casa pode parecer muito atrativa em um primeiro momento, certo? Entretanto, esse é um hábito que precisa ser cuidado com atenção.

Um dos grandes problemas para quem cuida do seu negócio, sem precisar sair de casa, é a gestão do tempo. O conforto de casa é um aspecto sedutor à procrastinação – grande inimiga da qualidade na entrega de trabalhos.

Por isso, é necessário ser disciplinado quanto ao seu planejamento, prazos e metas. Afinal, você não estará trabalhando apenas para si, senão com seguidores, clientes, fornecedores e demais parceiros de negócio.

Se você ainda dividir esse período com os seus estudos, então o rigor deverá ser ainda maior. O cansaço e falta de tempo, definitivamente, não poderão ser problemas que o impeçam de cumprir com suas responsabilidades acadêmicas e empresariais.

6. Você tem facilidade para interagir com o público?

Calma! Não estamos dizendo que você terá que falar em palcos para dezenas e centenas de pessoas em uma plateia. A coisa é menos assustadora, mas tão importante quanto.

Como você deve imaginar, a internet expandiu muito a rede de contatos das pessoas e facilitou a criação de novas relações sociais e profissionais.

Logo, se você pretende se tornar um empreendedor virtual, saiba que terá que manter um contato frequente com dezenas, centenas, talvez até milhares de pessoas, pelas redes sociais, e-mails, blogs e outros canais.

E você precisará conviver com elogios, críticas, reclamações e sugestões de todos os lados. Portanto, ser maleável com a diversidade e a intensidade de interações vai ser de grande ajuda para conduzir um bom relacionamento com o público.

7. Você se considera criativo?

Um dos principais atributos para um empreendedor digital é a criatividade. A capacidade de inovar, certamente, é um diferencial em um mercado tão competitivo e que recebe tantos novos entrantes.

Você pode até seguir um modelo de negócios que seja um sucesso comprovado, mas precisa dar a sua cara nele. Os consumidores também buscam isso, pois qualquer cópia perceptível é passível de comparações. Afinal, você não quer ver o seu negócio sendo notado como “alternativo” ou de segunda linha, não é verdade?

Outro fator que exige criatividade tem a ver com a primeira questão que levantamos: o dinamismo em relação às atualizações do mercado digital. Como há sempre uma coisa nova se destacando, não dá para se prender a abordagens e tecnologias estagnadas.

Em suma, ser criativo é aproveitar-se dessas novidades para entregar soluções pouco óbvias para os problemas do seu mercado. É despertar nas pessoas e, principalmente, nos concorrentes, aquela sensação de “Nossa! Como eu não pensei nisso antes?!”.

 

Para saber se você tem o perfil de empreender em negócios online, é preciso dominar grande parte dessa série de atributos. Eles envolvem, entre outros aspectos, a compreensão de técnicas e tecnologias digitais, a organização pessoal, a atualização profissional e a capacidade analítica. Ao reunir essas qualidades, você terá mais chances de ganhar um bom dinheiro trabalhando na internet.

Então, após entender as principais características de um empreendedor de negócios online, você se sente mais preparado para entrar nesse mercado? Deixe o seu comentário e tire suas dúvidas!

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário