monte-um-perfil-no-linkedin-de-sucesso-em-8-passos.jpeg

Muito além de um currículo online, o LinkedIn é considerado atualmente uma das redes sociais mais indicadas para quem busca novas oportunidades na carreira e conhecimento de mercado de trabalho.

No entanto, para obter visibilidade profissional e conquistar bons empregos, não basta ter apenas um perfil no LinkedIn, é necessário saber gerenciá-lo da melhor forma. Em 2016, cerca de 25 milhões de usuários no Brasil estavam cadastrados no site, segundo dados da própria rede social.

Esses números mostram o quanto o mercado está cada vez mais exigente e seletivo, sendo crucial traçar as melhores estratégias para se destacar dos demais concorrentes. Por isso, uma contratação pode depender exclusivamente da organização da sua página.

Então não perca tempo! Acompanhe nosso passo a passo e saiba como montar um perfil no LinkedIn de sucesso!

1. Tenha uma foto de perfil adequada

Além de fazer com que o perfil seja 14 vezes mais visto, uma foto aumenta a credibilidade do usuário e representa sua personalidade para quem visita o perfil. Por outro lado, é bom lembrar que o LinkedIn é uma rede social profissional, tornando-se necessário colocar uma foto de acordo com seu objetivo de carreira.

Contudo, isso não quer dizer que sua foto precisa ser de terno ou gravata. Basta escolher uma imagem mais séria ou relacionada ao ambiente de trabalho que você está buscando. Outra dica é não deixar seu perfil com fotos desatualizadas, pois isso demonstra desinteresse por parte do profissional e até mesmo descuido.

2. Descreva sua profissão com clareza

Depois da sua foto, a descrição da profissão é uma das partes mais importantes do seu perfil no LinkedIn. Apesar de parecer simples, muitas pessoas não valorizam a importância desse espaço e perdem várias chances de emprego simplesmente por não transmitir clareza e objetividade nas palavras.

Então, para não errar em sua descrição, defina sua profissão com bastante transparência, atualizando sempre o cargo conforme as mudanças de áreas. Ainda que você seja um estudante, não invente funções para que isso não te prejudique no futuro e, se possível, adicione palavras-chaves para facilitar a busca de recrutadores e possíveis conexões.

Se você é um pouco mais criativo com as palavras, vale a pena inserir um slogan com a definição da sua profissão, por exemplo. Nesse caso, essas ações podem te diferenciar dos outros concorrentes e gerar mais oportunidades.

3. Poste conteúdos frequentes e profissionais

Após criar seu perfil no LinkedIn, não é indicado deixar a página “às moscas”. Se a intenção é fazer networking ou conseguir um trabalho, o interessante é demonstrar motivação um modo bacana de fazer isso é compartilhando conteúdos que sejam relevantes para outras pessoas.

Por se tratar de uma rede social com objetivos profissionais, é válido explorar essa oportunidade e mostrar aos seus contatos que você está atualizado com as notícias do mercado, que você é um profissional antenado ao meio corporativo.

Assim, ao fazer postagens frequentes, você ganha mais visibilidade e, consequentemente, mais contatos. No entanto, não se esqueça de que os conteúdos precisam ser exclusivamente profissionais!

4. Insira seus certificados e sua formação

Além da formação acadêmica, incluir os cursos e os respectivos certificados que você possui pode ser um grande diferencial em meio aos outros concorrentes. Essas informações são interessantes para os recrutadores, já que mostrarão como sua bagagem profissional pode contribuir para determinado cargo.

Todavia, preencha essas informações com honestidade, acrescentando somente os certificados e cursos próprios da sua área. Em outras palavras, ainda que você tenha feito muitas especializações, será necessário filtrar os conhecimentos que complementam seus objetivos profissionais, dispensando os cursos aleatórios, por exemplo.

5. Faça conexões e muito networking

A melhor maneira de conhecer bons profissionais e oportunidades é por meio do networking. Se essa palavra ainda é desconhecida para você, é melhor adicioná-la rapidamente ao seu dicionário, pois esse é um dos principais propósitos do LinkedIn.

Por meio do networking você ampliará sua rede de contatos partilhando serviços e informações com outros profissionais que possuem os interesses em comum com você. Com a ajuda dessa rede social, torna-se mais fácil encontrar amigos de trabalho e da escola, assim como fazer conexões com pessoas da mesma área em que você pretende atuar ou já atua.

Outra funcionalidade que o LinkedIn oferece é a formação de grupos. Por meio da própria ferramenta é possível encontrar grupos do diretório e ampliar a rede de contatos. É importante fazer parte de, no mínimo, dois grupos para ter acesso a mais oportunidades.

6. Faça e receba recomendações

Você já recebeu cartas de recomendação em seu trabalho? No LinkedIn, elas possuem a mesma utilidade e podem ser grandes trunfos para os profissionais. Nesse caso, você pode pedir ou simplesmente ganhá-las, tudo depende dos seus vínculos e contatos.

Entretanto, ao fazer recomendações, é mais provável que seus amigos retribuam o gesto e também o qualifiquem com suas principais características e qualidades. Não se esqueça que um perfil bem recomendado causa melhores impressões aos recrutadores e demais contatos.

7. Personalize sua URL

Fazer um perfil no LinkedIn é simples, mas se atentar a alguns detalhes faz toda a diferença. Para começar, ao fazer sua conta, você receberá um link que pode ser compartilhado em seu currículo impresso, portfólio e outros veículos.

No entanto, esse link pode ser uma sequência de números ou letras aleatórias fator que não contribui para que seu perfil seja encontrado com facilidade. Para reverter isso, basta editar o link e adicionar seu nome e sobrenome para facilitar a busca e também sua identificação. Com essa substituição, seu perfil ficará mais atraente e profissional.

8. Fique de olho nas vagas que o LinkedIn oferece

Além de todo o esforço que você fará para manter sua página apresentável, a própria ferramenta do LinkedIn te dará aquela “mãozinha” extra para encontrar um emprego.

Por meio de mecanismos que cruzam as informações dos usuários com as vagas de emprego, essa rede social poderá te sugerir oportunidades que estão disponíveis no momento e que sejam condizentes com o seu perfil. Dessa forma, você pode fazer suas próprias buscas e ainda por dentro das vagas de emprego que o LinkedIn oferece!

Após conhecer nossas dicas você, com certeza, estará pronto para montar seu perfil no LinkedIn e fazer muito sucesso na carreira. Gostaria de receber mais dicas como essas? Basta assinar a nossa newsletter para receber nossos conteúdos em primeira mão!

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário