Empreendedorismo_universitário_ganhe_dinheiro_ainda_na_faculdade.jpg.jpeg

Entre uma matéria e outra, os estudantes vivem em um ótimo ambiente para criar projetos e descolar uma renda extra. O chamado empreendedorismo universitário vem se destacando como uma oportunidade para qualquer pessoa que queira ganhar dinheiro enquanto faz o seu curso superior.

Pense bem: essa é uma ótima chance de otimizar o tempo que você passa na universidade, além de recuperar o investimento que você faz na sua educação. No longo prazo, conhecimento de qualidade sempre vale a pena, mas nada melhor do que começar a buscar esse retorno financeiro desde já.

Por isso, preparamos este post. Nele, vamos te ajudar a ser um universitário empreendedor. Se você está aqui, é porque já tem o principal ingrediente: curiosidade. Então essa é a hora de aprender mais. Vamos lá?

O que é o empreendedorismo universitário?

É o empreendedorismo (a criação de projetos próprios que possam ser revertidos em lucro) por estudantes universitários. Para isso, o aluno pode usar o próprio ambiente da faculdade, assim como os recursos que estão disponíveis dentro e fora dela no seu dia a dia. O empreendedor é, acima de tudo, uma pessoa que inova. É necessário ter iniciativa, tirar as ideias do papel, testar, aprender, coletar feedbacks e implementar melhorias.

Ou seja, em vez de apenas procurar um emprego no qual será subordinado, o empreendedor é adepto do autogerenciamento. Pode até mesmo criar o trabalho que sempre quis, seja por meio de um escritório em casa, de uma plataforma na internet ou até mesmo de uma grande empresa.

Quais são as vantagens de empreender ainda na faculdade?

A universidade é o momento em que você está no seu nível máximo de criatividade, aprendendo coisas novas, absorvendo informações e conhecendo pessoas. Além disso, os bloqueios são menores, já que com o passar dos anos você se tornará mais dependente de um salário e menos disposto a arriscar.

Segundo o portal Endeavor Brasil, 57% dos universitários se consideram potenciais empreendedores. Além disso, 7,6% dos estudantes já possuem empresas!

Durante a faculdade você tem uma série de recursos que são exclusividade desse período da vida:

  • acesso a pessoas de todas as áreas;

  • relacionamento com colegas e professores;

  • possibilidade de estagiar e aprender em diferentes empresas;

  • maiores chances de participar de bolsas e concursos de startups;

  • além de todas oportunidades que a internet oferece para divulgar e escalar o seu negócio a um custo baixo.

Grandes ideias surgem nas universidades todos os dias. Já pensou que a próxima pode ser a sua?

Legal, mas que exemplos de projetos posso criar?

Atualmente, as possibilidades são praticamente infinitas. Graças à internet, você pode aprender sobre praticamente qualquer assunto que seja do seu interesse, juntar referências, estudar o mercado e criar coisas novas. Tudo isso aliado ao ambiente da sua universidade.

Uma possibilidade, por exemplo, é vender brigadeiros feitos em casa. Você pode começar oferecendo aos colegas e professores nos intervalos das aulas. A partir daí, é possível ouvir a opinião das pessoas e melhorar a receita, a apresentação e até criar sua própria marca. Depois é hora de fazer uma ampla divulgação nas redes sociais.

Lembre-se de que o fato de você ser estudante traz várias vantagens. Primeiramente, as pessoas estarão mais dispostas a te ajudar. Além disso, você pode contar com ajuda de amigos e colegas, e a faculdade possui um fluxo grande de pessoas — um ótimo ambiente para buscar os primeiros clientes.

Outro caminho possível é buscar resolver problemas que os próprios universitários enfrentam ou, ainda, criar um projeto que facilite a vida de quem está na faculdade. Se você nota que os estudantes têm dificuldade de se locomover até as aulas, por exemplo, pode criar uma pequena empresa de transporte.

Mesmo que não tenha recursos para começar, você pode desenvolver uma parceria com com um motorista que tenha uma van, onde você fica com uma porcentagem dos lucros. Com o tempo, o negócio pode se expandir, principalmente com a divulgação on-line. Afinal, você terá acesso ao item mais importante: os clientes.

Dá para começar com pouco dinheiro?

Muita gente acha que só quem tem muito dinheiro guardado pode começar um negócio. Outros pensam que, na hora de empreender, é preciso pegar um empréstimo enorme. Mas a verdade é bem diferente.

Você sabia que, segundo as estatísticas, quem tem dinheiro para começar um negócio tem mais chances de fracassar? Isso acontece porque quando você não tem grandes somas financeiras, é obrigado a estudar a fundo o mercado, usar a criatividade para otimizar a verba e estruturar melhor o projeto caso queira buscar um investidor.

Além disso, um negócio pode envolver muitas variáveis, como administração, gestão financeira, contabilidade, produção, marketing e vendas. Por isso, é comum que diversas pessoas se reúnam em uma sociedade onde cada um entra com o que possui, seja conhecimento, tempo ou investimento financeiro.

Quais são as dicas para quem quer empreender?

Como mencionamos, empreendedorismo tem tudo a ver com inovação. Mas não pense que para ser inovador e criativo você precisa de algum dom especial. Tudo é uma questão de prática.

Um ótimo hábito é anotar as suas ideias em um caderno. Faça isso todos os dias, seja com ideias de negócios, textos, produções artísticas, entre outros. E não se preocupe em filtrar os insights nesse momento. O importante é tomar notas, sem barreiras ou preconceitos.

Outra dica muito legal é buscar um mentor na área em que você deseja empreender. O mentor nada mais é do que alguém que já trilhou o caminho que você deseja seguir. Pode ser um professor, um consultor ou até um coach.

Ele poderá enxergar o seu projeto de fora, dando uma opinião técnica sobre as ideias e a forma com que você executa cada uma delas. Além disso, é bem possível que o seu mentor tenha bons contatos na área, ajudando você a fazer networking.

Se você é uma das pessoas que se perguntava como ganhar dinheiro na faculdade, agora já conhece um caminho. Empreendedorismo e universidade têm tudo a ver um com o outro, e se você souber tirar proveito disso pode obter um bom retorno financeiro. Isso sem falar em tudo que você vai aprender ao executar seu projeto: desde o marketing até as vendas.

E aí, já está com a cabeça cheia de ideias para colocar em prática? Conte quais são seus planos nos comentários. Aproveite e dê uma olhada nos cursos da Una Virtual, que podem te ajudar a ter o conhecimento necessário para manter seu negócio rumo ao sucesso!

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário