8_mitos_e_verdades_sobre_EAD_tire_suas_dúvidas.jpg.jpeg

Fazer um curso de nível superior a distância é a bola da vez na educação mundial. Antes visto com cautela pela sociedade, os cursos EAD caíram nas graças da comunidade acadêmica, empresários e estudantes. Isso ocorreu especialmente depois que novas tecnologias foram incorporadas (como recursos de áudio e vídeo), melhorando a qualidade dos cursos e tornando essa modalidade ideal para quem deseja cursar uma graduação ou pós de alta qualidade, gastando o mínimo possível.

Curiosamente, já existem muitas organizações que colocam em posição de vantagem na seleção os candidatos que cursaram ensino superior a distância (pela maior autonomia, capacidade de auto-organização e maior flexibilidade com os horários, caso a graduação ainda esteja em curso).

Aos estudantes, maior qualidade de vida e maior tempo disponível para estudo, devido ao menor tempo perdido no trânsito. Ao empregador, a certeza da contratação de um profissional de alto nível que desenvolveu a capacidade de autogerenciar suas responsabilidades com excelência.

Pensando em todas essas nuances, mas conscientes de que ainda existem muitas dúvidas a respeito da educação a distância, vamos mostrar, a partir de agora, alguns dos maiores mitos e verdades sobre EAD!

Quase ninguém faz pós ou graduação a distância

Mito. Uma pesquisa levantada pelo site G1 mostrou que, em 2014, o crescimento dessa modalidade de ensino foi 50%. No mesmo ano, o número de estudantes matriculados em cursos a distância já se aproximava da marca de 6 milhões.

Mais um dado interessante: de 2001 a 2011, o crescimento na quantidade de matrículas em cursos de graduação a distância foi de 5.500% (isso mesmo!), enquanto na graduação presencial, o crescimento foi de 95%. Nesse ritmo, não tardará para EAD ser preponderante na educação nacional.

EAD é mais barato

Verdade. A redução de custos administrativos (aluguel de edifícios e manutenção de campi, por exemplo) permite que haja redução nos custos operacionais, que costumam ser direcionados a 2 vieses:

  • o 1º, na redução do valor das mensalidades;

  • o 2º, na contratação dos melhores professores do mercado — o que explica algumas instituições EAD de ponta terem os melhores profissionais da área.

EAD tem baixa qualidade

Mito. Na verdade, é exatamente o contrário, conforme você acabou de ler. A redução de custos administrativos libera recursos para que as mais importantes universidades a distância do país invistam na contratação dos melhores quadros do mercado.

Não é incomum ver ministros, pesquisadores ou cientistas renomados palestrando nas videoaulas das instituições de ensino a distância. Aliás, o ato de lecionar a distância também é um ponto importante para que a universidade consiga selecionar os melhores profissionais do mundo para fazer parte de sua equipe. Essas são vantagens que o ensino presencial não possui.

Vale lembrar também que dezenas de cursos de gradação a distância têm nota máxima do MEC.

Os cursos de pós-graduação virtual ou graduação a distância são 100% on-line

Mito. O MEC exige que ao menos as avaliações sejam presenciais. Cursos que exijam atividades laboratoriais também devem exercer esse treinamento de forma física. Em muitos casos, entretanto, além dessas exigências legais, outras atividades são disponibilizadas em polos presenciais, como debates ou palestras especiais.

Curso a distância tem mais professores disponíveis para tirar dúvidas do que em um curso presencial

Verdade. Em uma sala de aula, há apenas um professor responsável por turmas que, às vezes, passam de 100 alunos. As oportunidades de sanar uma dúvida após a aula são raras e exigem muita paciência do estudante, a se “acotovelar” entre dezenas de alunos que se acumulam na mesa do tutor.

Quem cursa uma graduação no formato EAD não passa por esses problemas, já que existem diversos tutores disponíveis para elucidar questões obscuras ou corrigir tarefas (algo inexistente no ensino presencial).

Curso a distância se resume à videoaula

Mito. Da mesma maneira que um curso presencial não é composto apelas pelas aulas expositivas, um curso a distância também não.

Além das videoaulas, o aluno terá um completo material didático para estudar previamente e se preparar para as exposições do professor, exercícios que serão corrigidos de forma eletrônica ou por outros tutores, debates e fóruns virtuais.

Em alguns casos, há também treinamentos presenciais em laboratórios. Lembrando, mais uma vez, que as avaliações são as mesmas de um curso presencial e não são feitas remotamente.

Constará em meu diploma que o curso foi feito a distância

Mito. O MEC não permite qualquer distinção entre cursos presenciais e a distância. Isso significa que, seja na graduação ou na pós, o diploma ou certificado emitidos não terão quaisquer inscrições que mencionem se o curso foi feito de forma presencial ou on-line.

Há preconceito no mercado

Mito. Na verdade, entre os mitos e verdades sobre EAD, essa talvez seja a maior falácia. Por estarmos no epicentro de uma profunda mudança no ensino, muitos fenômenos ocorrem e são transformados sem percebermos. Não podemos nos esquecer que a internet no Brasil é ainda adolescente.

Assim, o mito do preconceito do mercado contra o ensino on-line vem do início dessa era, quando educação a distância (em função das limitações tecnológicas) era uma metodologia que se resumia à entrega de materiais escritos por uma instituição que, no máximo, designava um tutor para enviar mensagens motivacionais e sanar algumas dúvidas pontuais.

Estamos falando de uma fase pretérita, em que ensino EAD era muito mais um processo auto-instrucional. Mas a era dos superprocessadores, dos smartphones e da conectividade 24 horas chegou, mudando a forma de aprendizagem a distância e com isso, o olhar do mercado sobre ela.

O mundo mudou, e a educação não poderia ficar de fora dessa esteira. Nos dias de hoje, os modernos servidores virtuais e a computação em nuvem permitem que escolas disponibilizem uma infraestrutura completa de ensino remoto, e em nível de excelência: videoaulas produtivas; apps de videoconferência para tirar dúvidas permitem uma conversa em tempo real no mesmo grau de interatividade de uma aula tradicional; chats com imagem e som.

Tudo isso mudou também, nos últimos tempos, a visão do mercado sobre o ensino a distância. Atualmente, o mundo corporativo começa a enxergar o aluno que se formou em um curso a distância como um profissional potencialmente mais disciplinado, autônomo e organizado.

Agora que você já conhece os mitos e verdades sobre EAD, tem interesse em fazer um curso nessa modalidade? Então dê uma olhadinha no portal do vestibular da Una Virtual!

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário