10_motivos_para_você_fazer_uma_pós-graduação_em_Saúde_Pública.jpg.jpeg

Já faz um tempo que a graduação não é mais o fim da vida acadêmica, afinal, o diploma de um curso superior, por si só, não é um diferencial para o mercado de trabalho. Por esse motivo, muitos profissionais buscam alternativas para se destacar na carreira. Na área da saúde, por exemplo, as pessoas apostam as suas fichas na pós-graduação para enriquecer o seu currículo.

Se você também está pensando em seguir esse caminho, não deixe de ler este post até o fim. Nele, listamos 10 motivos para você fazer uma pós-graduação em Saúde Pública. Acompanhe:

Uma pós-graduação enriquece o seu currículo

Como já foi dito, hoje, a graduação é pré-requisito profissional, e não mais um diferencial. Com isso, as pós-graduações têm sido muito procuradas, tanto as scricto sensu — representadas pelo mestrado, doutorado e pós-doutorado — quanto as lato sensu — ou seja, as especializações e o master of business administration (MBA).

É importante entender a diferença entre as nomenclaturas da pós-graduação lato sensu: as especializações são um aprofundamento de uma área específica; já os MBAs têm como foco a gestão, os negócios e as empresas. Portanto, se você quer ser um líder na área de saúde, você pode optar por um MBA em Gestão Hospitalar, por exemplo.

A Saúde Pública sofre com falta de pessoal

A Saúde Pública é uma área bem delicada, que sofre frequentemente com a falta de recursos. Além disso, ela também tem ficado cada vez mais precária pela falta de profissionais para atuar em seus diversos segmentos.

Para se ter uma ideia, de acordo com a Federação Nacional dos Enfermeiros (FNE), hoje existem apenas 450 mil profissionais nessa área da saúde no país. Isso corresponde a um número bem inferior ao que preconiza a Organização Mundial da Saúde (OMS). Hoje existem apenas 0,99 enfermeiros para cada mil habitantes. O ideal seria pelo menos 4 profissional pora atender toda essa gente.

Quanto mais profissionais se qualificarem com pós-graduações em Saúde Pública, mais pessoas especializadas contribuirão para o bom funcionamento da área. Existirão também mais pessoas competentes, que serão formadas para pensar em políticas públicas eficientes.

A área necessita de pessoas capacitadas

A Saúde Pública é uma das áreas mais importantes e necessita de profissionais bem treinados e capacitados para atender as demandas da sociedade. Por isso, é importante apoiar pesquisas que melhorem a cobertura de serviços da saúde e também buscar especializações e se aprofundar nos estudos que vão otimizar esse trabalho.

Esses estudos podem fornecer informações ricas e ótimas propostas de políticas de Saúde Pública. Ou seja, mais profissionais estarão focados na formulação de leis e programas que visam a prevenção da população, com garantias de saúde a longo prazo.

Você pode vir de qualquer área do conhecimento

A área da Saúde Pública é interessante pois se trata de um campo interdisciplinar. Os seus profissionais podem vir de diversas formações acadêmicas. Por isso, o público-alvo dos cursos de pós-graduação em Saúde Pública, geralmente, é de profissionais de qualquer área do conhecimento, tanto que atuam ou que querem atuar no campo da saúde.

Os profissionais que mais se interessam costumam ser:

  • médicos;

  • enfermeiros;

  • nutricionistas;

  • biólogos;

  • engenheiros;

  • advogados;

  • jornalistas;

  • e arquitetos.

Quando o assunto é mestrado, as disciplinas são bastante amplas, e os alunos com habilidades em Matemática, Ciência da Computação ou Ciência Básica, por exemplo, podem se interessar pelas áreas de Bioestatística, Epidemiologia ou Informática.

Os profissionais que têm formação em Sociologia, Serviço Social, Antropologia ou Psicologia também são muito bem-vindos. Eles podem atuar no campo das Ciências Comportamentais, da Educação em Saúde ou então da Saúde Global. Além disso, biólogos e químicos se interessam especialmente pela área de saúde ambiental.

Você pode se especializar em diversos temas

Como já deu para perceber, a Saúde Pública pode ser uma área bastante interdisciplinar. Os seus mestrados, por exemplo, tanto no Brasil quanto no exterior, oferecem a formação em diversos temas. Entre os principais, podem ser destacados:

  • Epidemiologia;

  • Nutrição;

  • Saneamento Ambiental;

  • Sustentabilidade;

  • Condições Sociais e de Saúde;

  • Gestão em Saúde;

  • Gerenciamento de Recursos Humanos;

  • Justiça Social e Ética;

  • Gestão Financeira;

  • Sistemas e Instituições Internacionais de Saúde.

É uma grande variedade de áreas de conhecimento e de atuação que você pode adentrar, podendo haver diversas possibilidades de carreira para quem optar por se especializar na área da Saúde Pública.

Você pode atuar como pesquisador

O profissional que opta por seguir carreira na Saúde Pública pode se especializar na realização de pesquisas. O pesquisador pode aplicar suas análises na Bioestatística, na Epidemiologia e em diversos outros métodos que avaliam a transmissão de doenças ou até mesmo patologias específicas.

O estudo dos pesquisadores também pode estar voltado para vírus ou para a taxa de mortalidade de um certo grupo populacional, por exemplo. As pesquisas são importantes pois oferecem evidências concretas que podem ser usadas pelos gestores, desenvolvedores da indústria farmacêutica e até mesmo pelos decisores políticos a fim de criar ou melhorar políticas públicas da área.

A pós-graduação em Saúde Pública te permite ser gestor

Além de pesquisador, você também pode escolher os desafios relacionados à gestão da Saúde Pública. Existem oportunidades — e uma real necessidade — de profissionais qualificados para essas funções, capazes de gerir programas complexos de saúde, tanto no setor público quanto no privado.

As pós-graduações em Saúde Pública são uma ótima oportunidade de carreira em todos os setores de gestão, como em secretarias de saúde, por exemplo, e também em hospitais públicos ou privados. Muitas organizações não-governamentais locais e internacionais também precisam desse profissional.

Você também pode ser um decisor político

A área de política pública para saúde também carece muito de profissionais qualificados, que entendem realmente do assunto. Então você também pode optar por esse caminho. O decisor político tem a função de examinar toda a dinâmica e complexidade do sistema público de saúde e seus impactos na sociedade.

Mas o seu papel não fica só na obervação e na análise. Esse tipo de profissional ocupa uma posição de liderança, e quanto mais qualificado, melhor para que ele adquira as habilidades e os conhecimentos necessários para alavancar a sua carreira.

A pós te dá a possibilidade de ser educador

Para quem gosta mais da área da educação, também é possível trabalhar com a Saúde Pública por esse viés. Os problemas desse campo envolvem questões sociais muito complexas, sem falar nos quesitos legais, médicos, comportamentais e econômicos.

Por isso, é tão necessário que essa área seja discutida e estudada. Para quem tem interesse, qualquer tipo de especialização na área pode oferecer oportunidades interessantes para se trabalhar com educação.

Você vai colaborar com a melhoria da saúde

Um profissional que tenha pós-graduação em Saúde Pública tem a responsabilidade (e o desafio) de desenvolver e implementar intervenções para a melhoria da saúde em qualquer lugar. O sentimento de estar colaborando de alguma forma para o bem-estar do próximo pode ser uma das principais alegrias dos profissionais da área.

Agora você está mais motivado a fazer uma pós-graduação em Saúde Pública? Então confira as oportunidades de formação oferecida pela Una Virtual!

5 segredos da gestão de tempo para estudantes

Deixe um comentário